AGE – 01/04/06

quintella julho 18th, 2009

Nos termos da convocação efetuada, conforme estatuto em vigor, foi realizada a Assembléia Geral Extraordinária no dia 1o de abril de 2006, na sede da SOAMI. A Presidente da associação, Renata Souza, deu como aberta a Assembléia às 17h30, em segunda convocação, dando boas-vindas aos novos sócios. Destacou que desde janeiro 17 associados entraram para a Soami. Falou sobre desafios e conquistas dos 90 primeiros dias, ressaltando o apoio de autoridades e a participação dos colaboradores. Registrou porém que muitas das dificuldades enfrentadas provêm dos próprios moradores, especialmente no respeito às leis de trânsito, conclamando-os a serem os primeiros a dar o exemplo e contribuir para a organização do bairro. A Presidente procedeu à eleição de Presidente e Secretário da Assembléia, tendo sido eleitos respectivamente Ely Castro e Alberto Strozemberg.

Os associados presentes dispensaram a leitura da ata da AGE anterior, primeiro item da pauta, já que havia sido expedida aos associados e nenhum dos presentes manifestou questionamento, aprovando-a. A Presidente da Assembléia convidou o Diretor-Financeiro, Aldo de Luca, para apresentar a prestação de contas e medidas administrativas aprovadas na AGE anterior.

O Diretor informou que walkie-talkies, pás coletoras de lixo para barraqueiros e computador foram adquiridos; que convênio com empresa de serviços gráficos foi efetuado; que sede passou a contar com serviço de faxina semanal mantendo o ambiente em condições adequadas para reuniões de trabalho; e que funcionário operacional já foi contratado, com atuação em projetos diversos como montagem de esquema de trânsito, rondas e serviços diversos na sede e no bairro. Sobre a mudança de contador, informou que a firma que vinha prestando serviços à Soami (Abra) ainda está cumprindo aviso prévio, já que o contrato assinado por administração anterior previa prazo de 60 dias. Assim, em 12 de abril, a nova empresa iniciará atividades, quando então serão efetivadas outras medidas deliberadas em fevereiro, como a cobrança do custo de boletos bancários aos associados, reduzindo despesas da Associação. Registrou ainda que despesa de água foi reduzida graças à reclassificação da Soami junto à Águas de Niterói como entidade de utilidade pública, medida que teve apoio do vereador Felipe Peixoto. Informou ainda que negociação de aluguel e do valor pago à Serravig continuam em negociações.

O Diretor apresentou o balanço de fevereiro, demonstrando que os custos operacionais ficaram abaixo do valor aprovado no Orçamento Mensal para 2006. Apontou que a compra dos ativos aprovada na AGE de fevereiro, a saber walkie-talkies e pás coletoras de lixo, representou investimento inferior ao aprovado devido à negociação com fornecedores e redução do número de rádios, totalizando R$ 2.198,75 contra os R$ 3.500,00 aprovados. Parte deste custo foi coberta pela sobra do orçamento do mês, sendo necessário utilizar apenas R$ 636,07 das reservas de caixa. Dessa maneira, a associação fechou fevereiro com saldo disponível de R$ 42.918,96. Informou ainda que houve doação de revisão do telhado, pelo associado Wagner Lopes. Submeteu à Assembléia o pedido de autorização para compra de aparelho de fax, câmera digital (para registro de irregularidades identificadas nas rondas e posterior encaminhamento às autoridades), armário de limpeza e arquivo, no valor limite de R$ 1.100,00, aprovado por unanimidade.

A Presidente da Assembléia convidou a colaboradora Luciana Gurgel para apresentar os resultados preliminares da pesquisa de opinião. Até o momento 54 moradores responderam (mais de 10% do total de casas do bairro). O problema de enchentes foi apontado como o principal. Informou que outros resultados da Pesquisa seriam apresentados ao longo da exposição, dentro de cada projeto a eles relacionados, e que após o recebimento de questionários ainda em poder de moradores o resultado final será disponibilizado no site da Soami na Internet e na sede.

O Conselheiro Alberto Strozemberg apresentou atividades na área de posturas, destacando manutenção de rondas na praia que resultaram em redução das infrações, e ações para limpeza da praia. Os barraqueiros estão usando pás e lixeiras cedidas pela Soami, e a associação fez acordo com as empresas de sanduíche Marcelo e Sérgio para substituição da embalagem para papel, abolindo assim o papel alumínio da praia de Itacoatiara. Informou que a associação já começou a planejar o verão 2007, incluindo a criação de um TAC para os barraqueiros. O associado e verador Felipe Peixoto informou que existe carta de compromisso assinada pelos barraqueiros em sua época à frente da Secretaria de Praias Oceânicas, que pode servir como base para a iniciativa.

O Diretor Aldo De Luca apresentou a situação do projeto Drenagem. Abriu exposição lembrando que o problema das enchentes está diretamente relacionado com o calçamento, pois sem cobertura qualquer trabalho de drenagem será destruído em pouco tempo, já que a terra continuará sendo carreada e obstruindo os dutos, além de causar buracos nas ruas de terra. Registrou que o motivo pelo qual o calçamento em paralelepípedos necessita de participação financeira dos moradores é o fato de a Prefeitura não trabalhar com paralelepípedos, somente com asfalto. Para viabilizar o calçamento em paralelepípedos, como é desejo da maioria, a solução é a Parceria Público-Privada. Mostrou resultado preliminar da pesquisa de opinião feita com os moradores, indicando que 82% dos respondentes são favoráveis ao calçamento com paralelepípedos, 6% com asfalto, e 86% aceitam a cotização para viabilizar a obra. O Diretor registrou que a obra está pronta para começar na rua das Violetas, aguardando apenas formalização de recursos pelos moradores. Conclamou outras ruas a se mobilizarem para fazer o mesmo após Violetas. Associados observaram que deverão ser previstos critérios para calçadas, paisagismo e passagem de cadeira de rodas, que serão contemplados pelo projeto de arruamento.

O Diretor registrou que a Soami conseguiu com a Prefeitura a retirada de lama dos dutos de esgoto, bem como substituição de manilhas quebradas identificadas durante a limpeza, que está sendo feita nas ruas das Orquídeas, Hortênsias e Estrada de Itacoatiara. A intenção é que a medida seja estendida a toda a rede do bairro. Sobre a bacia da Rua das Orquídeas, o Diretor informou que as obras estão prontas para começar, aguardando apenas a regularização das ligações de esgoto de algumas residências da área. A Prefeitura está notificando as residências e fazendo inspeções na rede para verificar o cumprimento e autorizar o início à obra. O Diretor enfatizou que será feito um trabalho para conscientizar os moradores sobre três pontos; 1) a proibição de ligações de esgoto à rede de águas pluviais, 2) a proibição de ligação de águas pluviais na rede de esgotos e 3) o incentivo à ligação do esgoto à rede de esgotos. Respondendo a dúvidas de associados, informou que moradores podem fazer a ligação de esgoto sem obrigatoriedade de consumir a água da Águas de Niterói. Associados sugeriram incluir na pauta das conversações com a Águas de Niterói a ausência de gerador na estação de tratamento de Itaipu, ocasionando extravasamento para a Lagoa quando falta energia. Aldo informou que assunto está na pauta das reuniões da Soami com a Águas de Niterói, que passaram a ser feitas quinzenalmente.

Em seguida o conselheiro Alberto Strozemberg falou sobre o projeto Segurança. Informou que trabalho conjunto com DPO continua, bem como o acompanhamento mais próximo da Soami com a Serravig. Foi levantada a questão da ausência de viaturas ou equipe no DPO. Alberto observou que o fato deve-se à existência de apenas 3 PMs por turno e à jurisdição extensa do DPO, que é responsável pela área até a Avenida Central, fazendo com que muitas vezes o carro seja deslocado com dois homens e apenas um fique de plantão, impossibilitado de sair do posto. O Vereador Felipe Peixoto informou que estão adiantadas as negociações com o Governo Estadual para a criação da sede 1ª Cia da PM no Engenho do Mato, o que reduzirá a jurisdição do DPO.

O Diretor Aldo De Luca expôs o Projeto Trânsito. Informou que a Soami conseguiu com a Sutram a manutenção de agentes de trânsito mesmo após o fim da Operação Verão na Região Oceânica, e que a Soami continuará com o esquema de trânsito (cavaletes e atuação conjunta para posicionamento de agentes) em todos os fins de semana, para fortalecer e criar a cultura. Apresentou a campanha de conscientização que começou no fim de semana, composta de folhetos educativos entregues na entrada do bairro e colocados nos pára-brisas dos carros estacionados irregularmente, com alerta para a possibilidade de multa.

A Presidente da Assembléia, Ely Castro, convidou a colaboradora Luciana Gurgel para juntas apresentarem os trabalhos de mobilização e comunicação. Luciana destacou que o novo site, atualizado quase diariamente, passou de 700 visitas por mês em novembro e dezembro para 1.400 por mês em janeiro, com média de 35 visitas/dia. Registrou que já existem mais de 80 cadastros de emails, sócios e não sócios, e que Soami está enviando informações regularmente aos cadastrados. Lembrou que existe espaço para publicação de fotos, aberto aos moradores. Ely expôs o programa de relacionamento, que mapeou todas as casas do bairro e já visitou mais de 300 para entrega de pesquisa e convite para associação, trabalho feito pela equipe de voluntárias formada por ela própria, Ivany Baldas, Rosane Braitman, Carmen Gurgel e Phelomena Ramalho,e pela vice-Presidente Gaby Trece. Ely Informou que o mapeamento formou completo banco de dados, com moradores e características/problemas de cada um registrados em uma base única, para futuras ações. Comentou sobre a identificação de problemas diferenciados por região, e o resultado de 17 novos sócios a partir da iniciativa. Falou dos novos projetos, com destaque para o IntegraSoami, que em abril promoverá exposição sobre meio-ambiente na Soami e passeio para assistir ao musical Rádio Nacional. Luciana Gurgel informou que o novo jornal da Soami será lançado neste bimestre, e que a associação iniciará campanhas temáticas, abordando um assunto de interesse por mês. Foi colocada em votação a idéia de alternar os dias das próximas AGEs, já que a pesquisa indicou que após o sábado à tarde, a segunda-feira à noite teve significativa votação. A idéia foi aprovada por unanimidade e será colocada em prática na próxima assembléia.

A Presidente da Assembléia convidou o Diretor Aldo de Luca para expor o projeto Meio Ambiente. Ele destacou mutirões realizados para recuperação das praças Montenegro (com apoio da Clin e Parques e Jardins) e Soami. Registrou que entrosamento maior com a Clin e rondas estão resultando em maior eficiência para retirada de lixo acumulado nas ruas, mas que as podas têm sido o maior desafio, devido à limitação de equipe por parte do Parques e Jardins. Informou que o Diretor do órgão virá ao bairro no dia 4/4 para reunião com a Soami.

O Diretor apresentou projeto de substituição dos painéis informativos sobre leis ambientais atuais, resultado de acordo negociado com o IEF (Instituto Estadual de Florestas) e PM. As novas placas usarão o modelo oficial do IEF, trarão as proibições com destaque maior, e exibirão o telefone do DPO para denúncias, tendo havido compromisso do comando da 1a Cia no sentido de coibir as infrações constantes do painel. Por sugestão de associados, se manterá no verso da placa o atual adesivo com o detalhamento das leis. A substituição foi aprovada por unanimidade, com investimento de R$ 1.000,00.

O Diretor apresentou também projeto de placas de sinalização para as esquinas, indicando a seqüência de números no trecho, para minimizar problema de dificuldade de localização devido à numeração irregular. Placas terão a imagem da flor que dá nome à rua, e um diagrama mostrando os números de cada lado. Ressaltou que a idéia partiu da moradora Dayse Ferreira (presente à AGE), através da pesquisa de opinião, e agradeceu em nome dos moradores a sua colaboração. Vereador Felipe Peixoto informou que existe um projeto pronto de mudança de numeração definitiva. Ficou de fornecer o projeto à Soami, mas considerou que placas sinalizadoras devem ser feitas imediatamente, pois acredita que a mudança definitiva demandaria muito tempo devido à necessidade de adesão voluntária dos moradores. O projeto e o layout foram aprovados por unanimidade, com investimento limite de R$ 2.000,00.

Em seguida a Presidente abriu para Assuntos Gerais. O associado Carlos Alberto Meirelles elogiou o trabalho de recuperação da Praça Montenegro e mencionou possibilidade de programa de adoção de praças. Administração informou que está trabalhando na formatação deste programa, inclusive buscando interessados na adoção. Meirelles então assumiu o compromisso de adotar a Praça Montenegro, a partir do projeto que apresentará à Soami, e a associada Phelomena Ramalho manifestou-se para dividir a adoção. Meirelles solicitou que constasse em ata que poucas vezes presenciou uma Diretoria começar tão bem entrosada, e seu interesse em apoiar todos os bons projetos para o bem de Itacoatiara. O associado indagou sobre a iniciativa de monitoramento do bairro por câmeras de segurança e a Diretoria da Soami informou que o projeto está em andamento, com tomada de orçamentos, e que quando estiver pronto será apresentado para sugestões e deliberações dos associados.

A associada Rosane Braitman sugeriu que a Soami indicasse bombeiros hidráulicos de confiança para os associados que querem fazer a ligação do esgoto à rede pública, negociando valores com desconto. Outros associados sugeriram expandir a lista para outros serviços, formando um banco de profissionais de confiança indicados por moradores. A proposta será colocada em prática, e os associados poderão indicar profissionais de sua confiança. Sem outros assuntos levantados pelos presentes, a Diretoria da Soami formalizou agradecimento ao vereador Felipe Peixoto, pelo empenho e colaboração em todos os projetos. A Presidente da SOAMI, Renata Souza, agradeceu aos presentes e deu por encerrada a Assembléia.

  • AGs
  • Comments(0)

Comments are closed.